Buenos Aires | dicas de viagem

Fui a Buenos Aires em 2012, na minha lua de mel. E reuni algumas informações pertinentes para compartilhar com amigos que pretendem conhecer a cidade, sempre é bom ter referência de quem já a conhece.

Buenos Aires | Voo

A cidade tem 2 aeroportos, o Aeroparque e o Ezeiza.
O Aeroparque é menor e fica pertinho da cidade e o Ezeiza é maior e fica longe da cidade. Os dois recebem voos do Brasil e os preços são parecidos, pelo menos eram quando comprei.

O Aeroparque fica na beira do Rio da Prata, tem uma paisagem bem bonita. Foi este que usamos tanto na ida, quanto na volta. A vantagem é que é bem barato ir para o hotel dele. Nós chegamos de dia e seguimos a indicação da moça do posto de informações turísticas que disse ser bem tranquilo de ir de ônibus. Foi o que fizemos e foi bem fácil e barato. Pegar taxi dele também não seira tão caro. Dá bem para encarar.
Além de que você gasta pouco tempo de transfer entre hotel e aeroporto. É sem dúvida bem mais confortável.

O problema do Ezeiza é o custo do transfer, que é naturalmente maior. Dá para ir de taxi, remises (um carro com motorista) ou pegar o ônibus executivo que o leva até o aeroparque.

Buenos Aires | Andando de ônibus

Se você for pegar ônibus em Buenos Aires você vai precisar de moedas, eles só aceitam moedas. Nós tivemos o maior trabalho para conseguí-las quando chegamos no aeroporto. Depois compramos um cartão (tipo o TRI POA) para usar nos ônibus e no Trem.  Dá para comprar na estação de trem e carregar com pesos. A vantagem é que você se livra de ter que ter sempre moedas e para quem vai usar bastante o transporte público vale a pena.

Buenos Aires | Hospedagem

Nós ficamos no centro, perto de uma estação do metro, da Av. Corrientes e Av. da Mayo. É uma ótima localização pois dá para ir para todos os lados de metro, e tem os ônibus nas ruas principais.

Ficamos em um kitnet que alugamos pelo www.airbnb.com (é uma espécie de rede social onde você aluga imóveis direto com o proprietário por alguns dias).

O Ibis Obelisco é um ótimo ponto de referência de localização, fica na Av. Corrientes, e é um ponto ótimo de ficar.

Isso para quem quer ter acesso fácil a toda a cidade. Para quem quer um ambiente mais balada e barzinhos, a dica é ficar em Palermo que tem uma vida noturna mais movimentada.

Buenos Aires | O que fazer

Zoológico de Buenos Aires

Para quem gosta de bicho o zoológico é um passeio bem legal. Eu fiquei o dia inteiro, mas eu ADOROOO zoológico e bichos. Se você não tem tanto fascínio, pode reservar meio dia. Recomendo ir na hora que ele abre e durante a semana (por conta do menor movimento).  Tem duas tarifas, uma só de visita e outra para atrações especiais. Eu comprei a das atrações que dava direito a entrar na gaiola dos pássaros, a andar de barquinho até uma ilha no meio do zoo, a entrar numa parte aquática e mais uma selva tropical que estava em reforma. O valor não é muito caro e é legalzinho, mas nada de outro mundo.

É um passeio ótimo para quem vai com crianças, tem alguns bichos que ficam soltos como pavão e uns outros bichinhos que não lembro o nome. Também dá para comprar comida para os animais, é bem divertido para os pequenos.

O Zoo fica em Palermo, onde tem outros parques também.

Parques de Palermo | Rosedal

Em Palermo também fica o Jardim das Rosas (Rosedal), que já falei aqui no blog, o parque é lindo. As rosas florescem em outubro, e devem seguir florescendo no verão.  É uma experiência sensorial fantástica.

O Rosedal também tem um lago com pedalinhos e vários lugares fofos para fotos. Se vê casais fazendo fotos para convite de casamento o tempo todo, tem uns ambientes bem românticos. É um lugar enorme, dá para caminhar bastante e é bom visitar com tempo, tempo para passear e tempo para descansar da caminhada.

Parques de Palermo | Jardim Japonês

Bem pertinho do Rosedal fica o Jardim Japonês, tem um pequeno ingresso, mas vale o passeio. É um jardim super fofo que rende várias fotos lindas. Uma passeio para aliviar o stress e relaxar. O Jardim japonês é bem menor que o Rosedal, dá para passear umas duas horas com tranquilidade.

Caminito

O Caminito é aquela região bem colorida super conhecida de Buenos Aires. É um passeio bonito, mas tem que ficar bem esperto, pois dizem ser meio marginalizado. É aquele lugar onde a população explora e furta turistas. Um certo cuidado com máquina fotográfica, bolsas e carteiras é recomendado. Eu fui de taxi do centro, por não saber como era o caminho do ônibus até o Caminito, mas voltei de ônibus, é bem tranquilo. Fui de manhã, mais cedinho, para aproveitar o espaço sem tanto turista. Passeamos, olhamos lojinhas e almoçamos.

Museu do Boca Juniors

Do Caminito dá para ir a pé até o museu do Boca Juniors. É um passeio legal…para os maridos. Você visita o estádio, vê umas fotos, umas camisas de futebol, umas bolas. Tem uma visita guiada que acontece de tempos em tempos, é bom tentar descobrir os horários no site, para evitar de perder tempo esperando. É levemente divertida a visita e não demora muito. Vale a pena para fazer o marido feliz.

Show de Tango

Eu fui no Sr. Tango. Dizem ser um dos melhores. O preço é bem caro, tem que comprar o ingresso antecipado. Mas vale muito a pena. É um show de umas 2h, um espetáculo muito legal. E é claro que o preço é proporcional. Dá para comprar com o jantar ou só o show.  Nós optamos apenas pelo show. Eles oferecem um transfer dos hotéis sem custo, é só agendar. É bem recomendado usar o transfer pois a casa de shows fica meio longe.

Recoleta

Tem uma feirinha de artesanato nos fins de semana. São muitas banquinhas e tem coisas bem diferentes. Vale a pena o passeio. É lá que fica o cemitério da Recoleta, super famoso e bem legal de visitar. Eles oferecem visita guiada que é uma aula de história da Argentina, vale a pena acompanhar. Também é bom se informar dos horários para não ter que esperar muito. Ao lado do cemitério tem um museu de arte sacra e mais adiante um pouco o Museu de Arte. A praça da feirinha tem umas figueiras gigantes, muito lindas também.

Área Central | Teatro Cólon

É um teatro lindo que fica perto do centro. Vale a visita, vale até ir em um espetáculo lá, é mais barato assistir um espetáculo do que fazer a visita guiada cujo preço é meio alto. Eu fui no Teatro no dia que conheci a Casa Rosada, Obelisco, e outros pontos famosos do centro.

Área Central | Café Tortoni

É um café super famoso e antigo que fica no centro. Vale a pena conhecer, porém tem uma fila meio grande. Mas é bem legal. Lá tem um show de tango com um preço legal e bem recomendado também.

Área Central |  Plaza de Mayo

A famosa praça de Mayo, o Obelisco, a Casa Rosada, a Catedral Metropolitana, o Banco Nación e o Cabildo ficam pelo centro. Dá para fazer em um dia passeando bem tranquilamente.

Puerto Madero

Lá tem um caminho que beira o rio e vários restaurantes, é comum ir para jantar ou dar uma caminhada no fim do dia. Todo mundo fala do restaurante Siga La Vaca, é super famoso, mas nós não fomos.

Tem algumas praças, uma fonte bem bonita e uma reserva ecológica, mas esta não conheci.

San Telmo

É um bairro antigo, tem a famosa feirinha de San Telmo com antiguidades e uma rua só de banquinhas de várias coisas. Essa feirinha é enorme e acaba quase na Casa Rosada. Quando visitei chovia, então não deu para curtir muito.

Passeios fora de Buenos Aires

Zoológico de Lujan

Esse é o zoo onde você entra na jaula os leões e tira foto com o elefante. Ele fica afastado de Buenos Aires, mas é uma experiência incrível. Falei dele em outro post: Zoo de Lujan

Trem de La Costa

É um passeio de fazer em um dia, sair de manhã e voltar no fim do dia. Você compra o ticket e pode descer nas estações, conhecer e voltar. Em uma das estações tem um cassino, noutra uma praça fofa, noutra uma feirinha de antiguidades. É um passeio legal para quem vai ficar mais dias em Buenos Aires.

Buenos Aires | O roteiro

Eu fiquei no centro, era fácil de ir para todos os lados de transporte público.  Meu roteiro ficou assim:

1 dia para conhecer o centro histórico – fiz no primeiro dia para sentir o clima da cidade

Domingo: Caminito, Museu do Boca e San Telmo (a feira de San Telmo acontece nos domingos)

Sábado: Recoleta, pois a feirinha acontece só no fim de semana.

2 dias para os parques de Palermo (incluindo Zoológico)

1 dia para Trem de la Costa

1 dia para o Zoo de Lujan

1 noite para Puerto Madero

1 Noite para o show de tango (pode ir de roupa chique pois o lugar pede)

1 Noite para jantar em Palermo – tem uma rua com bares e restaurantes estilosos

Últimas dicas de Buenos Aires

Quando chegar no aeroporto vá até o posto de informações turísticas e pegue os mapas da cidade.

Todos os pontos turísticos tem site e várias informações em sites de viagens e blogs, é fácil de achar mais detalhes.

A cidade tem prédios lindos, é bom ir olhando para cima de vez em quando.

Bem, acho que são essas as minhas dicas. Espero que sejam úteis!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *